LesteMais.com | Prefeitura de Itabira e Apafi inauguram feira itinerante

Prefeitura de Itabira e Apafi inauguram feira itinerante

Com o objetivo de escoar a produção da agricultura familiar do município e aproximar produtores de consumidores, a Prefeitura de Itabira, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento (SMAA), em parceria com a Associação dos Produtores da Agricultura Familiar de Itabira (Apafi), realizam a partir da segunda quinzena deste mês, a feira itinerante Terra Nossa.

De acordo com o técnico agropecuário da SMAA, Antônio Adelson de Oliveira Santos, a Lei nº 4.928, publicada em dezembro do ano passado e, que dispõe sobre a criação da feira, aguarda regulamentação – decreto do prefeito Ronaldo Magalhães – para ser realmente efetivada. Ainda segundo Antônio Adelson, a feira, de caráter itinerante, acontecerá semanalmente – provavelmente às quintas-feiras – em sete bairros da cidade e nos distritos Ipoema e Senhora do Carmo. “São 15 barracas, com três produtores em cada, totalizando 45 produtores da agricultura familiar”, informou o técnico que, também explicou como os produtos serão dispostos na feira. “Vamos separar em grupos porque não queremos que uma barraca ofereça apenas um tipo de produto. Por exemplo, a barraca que estiver vendendo doces, também venderá frutas e legumes”, afirmou Antônio Adelson.

Pensando em não deslocar o produtor do campo, cada feirante deverá cadastrar duas pessoas para comercializar os seus produtos. “O produtor não é vendedor e não é nosso interesse tirá-lo do campo, já que ele precisa produzir. Por isso, pedimos que eles indiquem duas pessoas para atuarem como vendedores na feira”, salientou o técnico agropecuário da SMAA.

A feira Terra Nossa oferecerá frutas, legumes, verduras, tubérculos, cereais, aves vivas e abatidas, carnes suína e bovina, quitandas, ovos, mel e seus derivados, derivados do leite e do milho, doces e artesanatos. Segundo Antônio Adelson, os produtos de origem animal serão inspecionados pelo Serviço de Inspeção Municipal (SIM) com o devido selo que garante a qualidade da mercadoria.

Para participar da feira, é necessário que o produtor seja, exclusivamente, da agricultura familiar e apresente a Declaração de Aptidão (DAP) ao Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), emitida pela Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater/MG). “Então, se o produtor não tiver esse documento que comprove sua atividade na agricultura familiar, ele tem que procurar a Emater ou a Apafi. Eles fiscalizarão a produção in loco”, esclareceu Antônio Adelson.

Locais

A inauguração da feira Terra Nossa deverá acontecer no bairro Centro, na Rodoviária – próximo à entrada do Parque da Água Santa, no dia 16/03, ainda sem horário determinado. Também estão pré-definidos os bairros Bela Vista, na rua Anastácio de Brito; Caminho Novo, na rua Cristal; Praia, na avenida Cristina Gazire – na área verde, em frente ao centro comercial do bairro; Gabiroba, na rua Almir Pessoa de Magalhães; João XXIII, na avenida Jorge Ferraz, esquina com a rua Humberto Campos; Amazonas, na rua Amapá, entre os cruzamentos das avenidas Brasil e Ipiranga e os distritos Senhora do Carmo e Ipoema. “Como estamos aguardando a regulamentação da Lei, ainda não definimos o horário de funcionamento da feira e nem o cronograma dos bairros”, ressaltou Antônio Adelson.

História

A ideia de criar uma feira itinerante surgiu no ano passado, por meio de pedidos de alguns produtores rurais. “Mas, devido aos trâmites burocráticos do período eleitoral, não foi possível  efetivar o empreendimento”, afirmou Antônio Adelson. No entanto, na mesma época, a Fundação Vale, por meio do Programa Apoio à Geração e Incremento de Renda (Agir),  buscava ideias empreendedoras no município e, segundo o técnico agropecuário, uma das indicações da SMAA foi a Apafi. “Então, o Agir incubou a feira. Mas, por trás dela tem todo um trabalho de capacitação com os produtores. O objetivo é que eles aprendam novas técnicas para aumentar e diversificar a produção”, explicou Antônio Adelson.

O Agir é uma iniciativa da Fundação Vale, realizada com o apoio da mineradora Vale. O programa busca contribuir para o fortalecimento de negócios sociais, respeitando as vocações e criando oportunidades de trabalho e aumento de renda nas comunidades onde atua, por meio da prospecção e do fomento de pequenos negócios individuais, familiares e coletivos. O participante recebe capacitações, assessorias, orientações, investimentos e acompanhamento dos projetos de empreendedorismo (incubação ou aceleração). Em Itabira, o Agir conta com a parceria da Prefeitura e da Incubadora Social do Instituto Kairós (Nova Lima/ MG) como entidade técnica executora.

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *