LesteMais.com | Sindicatos e Seminaristas representam trabalhadores de Itabira em manifestação contra a reforma da Previdência Social

Sindicatos e Seminaristas representam trabalhadores de Itabira em manifestação contra a reforma da Previdência Social

SindUTE Subsede Itabira, SINTSEPMI e seminaristas da igreja católica de Itabira e região participaram dos atos contra a reforma da previdência em Belo Horizonte nesta quarta-feira 15/03.

Um dia considerado histórico para os organizadores do evento, centrais sindicais, movimentos populares e religiosos. Mais de 150 mil pessoas foram às ruas da capital para protestar contra as propostas de reforma da Previdência Social. Atos aconteceram também em várias cidades do interior como Governador Valadares, Montes Claros, Juíz de Fora, Nova-Era, Guanhães. Seminaristas presentes nos atos afirmaram que a igreja católica também é contra a proposta de reforma previdenciária apresentada.

Sindicatos dos educadores estaduais e servidores municipais aderiram à paralisação e se uniram para representar Itabira e cidades da região no ato. Trabalhadores de Bom Jesus do Amparo, Santa Maria, Guanhães e João Monlevade se encontraram com a caravana pelo caminho ou na capital e participaram também da audiência pública realizada na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, na qual foi decidido que, os deputados federais de Minas serão convidados oficialmente pela ALEMG a participarem de uma reunião na próxima segunda-feira (20/03) e mostrar para os cidadãos mineiros quais são seus respectivos posicionamentos diante da PEC 287. “Dez deputados mineiros já se declararam contra a reforma, ainda faltam 43 deputados de Minas Gerais se posicionarem. E o povo sabe onde eles moram e seus endereços. Em cada região que tiver um deputado federal eleito, devemos ir para suas portas e pressiona-los.” Afirmou Rogério Correia deputado estadual e primeiro secretário da ALEMG.

            O SindUTE Itabira prepara novos atos locais e reforçará  o convite feito aos outros sindicatos da cidade para mobilização de suas respectivas categorias. “ Em Itabira vamos iniciar a uma nova fase de trabalhos, além de continuarmos informando as pessoas a respeito dessas propostas perversas que estão na reforma da previdência, vamos distribuir panfletos com os nomes, e-mails e telefones dos 43 deputados federais eleitos em Minas para que a população possa ligar em seus gabinetes, enviar e-mails e pressiona-los a votar contra essa reforma. O deputado que trair o povo e votar a favor da reforma, vamos aposenta-lo da política e trabalhar para que não se reeleja.” Disse o coordenador Felipe Rosa Ferreira do SindUTE.

            “Em Itabira, pretendemos fazer manifestações e atos contra essa reforma e esperamos o apoio dos outros sindicatos. Vamos também cobrar que as empresas que estão na lista das maiores devedoras da previdência e operam na cidade, sejam filiais ou não, paguem a Previdência Social, se o governo se preocupassem em cobrar quem deve a previdência em vez de ficar renegociando e perdoando dívidas, não precisaria de fazer reforma para tornar impossível que muitos trabalhadores atinjam os requisitos e tempo para aposentar.” Relatou a diretora Vanderleia Freitas.

            Atos de panfletagem na região central, escolas e empresas estão previstos para os próximos dias e serão divulgados.

(Assessoria de Imprensa / Divulgação)

comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *