“Consumidores conscientes” é tema de projeto na LBV

Com o objetivo de conscientizar crianças e adolescentes atendidos em seu Centro Comunitário de Assistência Social, sobre seus direitos e deveres, a Legião da Boa Vontade (LBV) desenvolveu, em Ipatinga/MG, durante os meses de março e abril, o projeto “Consumidores conscientes” coordenado pela educadora social da Instituição, Débora Gonzaga.

Neste período, meninos e meninas receberam orientações necessárias à proteção de seus direitos no dia a dia. Roda de conversas, pesquisas, confecção de desenhos, cartazes e panfletos, atividade com representantes do Procon, panfletagem e teatro foram algumas das atividades realizadas durante o projeto.

“Foi muito bom descobrir que eu tenho direitos. Quando comprar uma coisa e tiver algum problema, eu posso devolver. Eu achava que só os adultos podiam fazer isso. É muito bom ficar na LBV porque todo dia aprendemos coisas importantes, além de poder brincar, ter muitos amigos e comer coisas gostosas no almoço e no lanche”, destacou a atendida KamillaKetlyn de Souza, 12 anos.  

Gabriela Cristina, 13 anos, citou detalhes sobre os deveres:“Aprendemos que temos também deveres. Por exemplo: quando for reclamar de alguma coisa você não pode mentir, porque isso vai tirar o seu direito de conseguir o que quer; sempre temos que pedir a nota de tudo porque a nota é nosso comprovante, pesquisar antes de comprar porque as vezes a gente se arrepende quando vê em outro lugar mais barato; saber se realmente precisamos, pra não desperdiçar nada e nem poluir o planeta, devemos procurar diminuir o lixo em casa, na escola e em todo lugar que a gente for”.

O apoio do Procon a este projeto aconteceu com a presençada advogada Manoela Martins de Medeirose a atendente Maria Aparecida de Carvalho. Elasparticiparam de um teatro com as crianças e adolescentes e de um pequeno mercado (na quadra) com guloseimas e objetos diversos. As crianças desenharam notas de “dinheiro” e assim compravam os produtos. Algumas crianças eramconsumidores e outras, vendedores. Surgiram situações nas quais a garotada procuravao Procon e a doutora Manoela ou a Maria Aparecida orientavam sobre seus direitos.

“O que mais gostei foi do mercadinho. Foi muito legal as pessoas que trabalham no Proconparticiparem! Assim, ficou mais fácil de entender os direitos que temos e a quem devemos procurar para ter esses direitos. Elas explicarampra gente, então eu cheguei em casa e expliquei para meus pais para eles saberem que quando precisar é só procurar o Procon que existe para os consumidores”,Thaynara Nobre, 12 anos.

O encerramento do projeto aconteceu nesta terça-feira, 24, com a educadora e a garotada realizando uma panfletagem pelas ruas próximas à Instituiçãofalando para as pessoas sobre os seus direitos dos consumidores. Ao orientar as pessoas nas ruas, crianças e adolescentes demonstraram o quanto aprenderam sobre direitos e deveres do consumidor.

“A melhor coisa para não ter problemas de compra e venda é conhecer os direitos do consumidor. As crianças e adolescentes, por sua curiosidade natural e receptividade a novas informações, podem ser facilmente orientadas sobre este assunto. E, quanto antes for a sensibilização dessas crianças e adolescentes, maior será o número de cidadãos e cidadãs responsáveis no futuro”, destacou a educadora social da LBV, Débora Gonzaga.

Em Ipatinga/MG, o Centro Comunitário de Assistência Social da Legião da Boa Vontade está localizado na Rua João Patrício de Araújo, 225 — Veneza I. Para outras informações, ligue: (31) 3822-8600.

comentários