Parlamento Jovem dá início à fase das propostas

Estudantes discutem este ano o tema “Violência contra a Mulher”

Alunos do Parlamento Jovem começaram uma nova fase do programa em Itabira: a elaboração das propostas. O trabalho foi dividido em três grupos e abrange diferentes vertentes do tema, que é a “Violência contra a Mulher”. Coordenados pela Escola do Legislativo Professor Paulo Neves, os estudantes não têm, neste primeiro momento, limite para propor ideias. À medida que os encontros vão acontecendo e as etapas vão sendo cumpridas, as propostas serão selecionadas.

A atual fase do Parlamento Jovem acontece após um período de oficinas sobre o conteúdo teórico – com participação de autoridades importantes das áreas acadêmica e de segurança – e visitas técnicas ao Pronto-Socorro Municipal de Itabira e à Delegacia Regional de Polícia Civil.

O tema “Violência contra a Mulher” vem sendo trabalhado pelos estudantes desde o lançamento do projeto, em março deste ano. Em agosto, os alunos farão dois encontros regionais: um em Itabira no dia 3, e outro em João Monlevade no dia 14. Todos os estudantes do Polo Metropolitano II se reunirão para filtrar as melhores propostas.

Cidadania

Em sua 15ª edição em Minas Gerais, o Parlamento Jovem envolve 45 estudantes do ensino médio de nove instituições de ensino de Itabira. Programa de formação política e cidadã da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), o PJ visa discutir, em parceria com as câmaras municipais, temas de relevância social e possibilitar aos estudantes a oportunidade de conhecer melhor a política e os instrumentos de participação do Poder Legislativo. Ao longo do ano, os trabalhos serão divididos em três etapas: Municipal, Regional e Estadual.

comentários