Festival Gastronômico “Arte no Prato” traz Gastronomia e Música para a Praça da Liberdade

O Turismo – alicerçado na Gastronomia, na Arte e na Cultura – é hoje uma grande fonte de renda e emprego para as cidades históricas mineiras, uma verdadeira indústria limpa, sendo a que mais cresce em todo o mundo, tendo ainda uma extensa cadeia produtiva e inclusiva.

Minas Gerais descobriu no Turismo Gastronômico uma nova forma de atrair o público com festivais e eventos ligando a gastronomia local com a cultura, atingindo assim todas as camadas da sociedade, que passam a fazer parte desses circuitos que se estendem hojepor várias cidades de Minas Gerais.

O projeto Arte no Prato tem exatamente esse objetivo, ligar o Turismo com a Gastronomia, a Arte e a Cultura, sendo esta edição em Belo Horizonte denominada – Arte no Prato Gourmet 2018; que será realizado durante os dias 16 e 17 de junho, na Praça da Liberdade, com entrada franca para todo o público. Serão montados ainda quatro telões dentro do evento, para exibição do jogo da Copa do Mundo entre Brasil e Suíça, no domingo, às 15h.

Música, Gastronomia e Solidariedade

Para o Festival será criado o Espaço Arte no Prato Gourmet, onde serão homenageando os grandes Chefs de Cozinha de Minas Gerais na atualidade, com a confecção de pratos personalizados para o evento. Este espaço tem a parceria da VOLMAPE – Voluntárias do Mário Penna, cuja renda adquirida com a venda dos Pratos será revertida em sua totalidade para o Hospital Mário Penna.

O Festival contará ainda com tendas gastronômicas e um grande palco, onde serão homenageados os grandes artistas mineiros, como Márcio Greick; além do Clube da Esquina, com shows de Beto Guedes, Lô Borges, Toninho Horta e 14 Bis. Tudo isso vem externar o objetivo central do evento, divulgar as riquezas da culinária e da música mineiras, por meio do Festival Arte no Prato, que vai começar a viajar pelas cidades de nosso Estado.

Para o idealizador do evento, Cícero Yco, “esse Festival vem ressaltar o que Minas Gerais tem de melhor, sua culinária e sua música. Toda a nossa programação está focada nisso, valorizando nossos chefs e nossos artistas, pois todo o evento está centrado em chefs que residem em Belo Horizonte, assim como as atrações musicais, tendo o ponto alto a homenagem ao lendário Clube da Esquina, que colocou Belo Horizonte no mapa da música mundial, contando ainda com a presença de seus fundadores”, resalta Cícero Yco.

A programação:

Dia 16 de junho – Sábado

O evento começará a partir das 14h, com os shows:

Papagaio Elétrico 14h

Márcio Nagô – 15h

Rota 66 – 16hrs

U2 – Latin American – 17h

Márcio Greick – 18h

14 Bis – 20h30

Dia 17 – Domingo

Quadrilhas e Congadas – 13h

Hocus  Pocus –  14h

Telão Brasil X Suíça – 15h*

Aline Calixto – 18h

Lô Borges – 19h

Beto Guedes – 20h

Toninho Horta – 21h

*Às 15h haverá a transmissão do jogo Brasil e Suíça em quatro grandes telões montados na Praça.

comentários