Notícias das Associações de Moradores de Itabira

Nivaldo Ferreira dos Santos*

No dia 11 de novembro de 2018 a Interassociação realizou sua reunião mensal com os representantes das associações de moradores, conselhos municipais e outras entidades da comunidade. Muitos assuntos foram abordados durante a reunião, mas o principal destaque ficou por conta das ações iniciadas pela nova diretoria para agilizar os trabalhos voltados à melhoria da organização e do funcionamento das associações de moradores e da própria Interassociação.

A primeira questão comentada foi a reformulação do estatuto da Interassociação, que está em andamento desde o ano passado e contou com a importante contribuição do Professor José Carlos Fernandes Lima, mestre em Administração Pública e integrante da equipe da Fundação Comunitária de Ensino Superior de Itabira – Funcesi. A presidente da Interassociação, Maria das Graças Felipe Lélis, informou que será convocada uma reunião extraordinária para apresentar, discutir e aprovar as mudanças neste importante documento.

Outro assunto relacionado à organização da Interassociação e comentado durante a reunião de 11 de novembro foi a eleição de novos integrantes para o Conselho Fiscal da Interassociação, que deve ocorrer ainda este ano.

Também foi explicado pela presidente que a diretoria da Interassociação fará contato com todas as associações filiadas à entidade para providenciar a atualização dos dados e documentos junto à Interassociação, bem como a quitação das contribuições mensais devidas pelas associações filiadas.

E foi informado ainda que a Interassociação manterá o atendimento ao público de terça-feira a sexta-feira, de 13:00 h às 17:00 h, na sala 42 do Mercado Municipal “Caio Martins da Costa”, localizado à Avenida João Pinheiro, 535 – Centro.

 

RELATÓRIO DO CONGRESSO

Na mesma reunião a secretária da Interassociação, Francisca Lilian Miranda de Souza, fez a leitura do relatório do 24º Congresso Municipal das Associações de Moradores de Itabira, realizado em 28 de julho de 2018, no qual foram discutidos os temas “Educação Ambiental” e “Organização das Entidades Comunitárias”. Ao final da leitura foram definidas algumas ações a serem realizadas pela diretoria da Interassociação:

* Encaminhar cópia do relatório para os órgãos públicos, a Vale e outras entidades que participaram do Congresso;

* Propor parcerias com as principais organizações públicas e privadas atuantes em Itabira para colocar em prática as propostas discutidas durante o Congresso;

* Ampliar as discussões desenvolvidas no Congresso para o campo das políticas públicas, principalmente através dos conselhos municipais atuantes nas áreas relacionadas aos temas discutidos.

 

COMBATE À DENGUE

Também presente à reunião da Interassociação, a superintendente de Vigilância em Saúde da Prefeitura de Itabira, Thereza Cristina Oliveira Andrade Horta, distribuiu aos presentes uma cópia do Levantamento Rápido do Índice de Infestação por Aedes Aegypti (Liraa) feito em Itabira entre 15 e 19 de outubro, que aponta uma situação de risco de surto de dengue, zika e chikungunya em mais de vinte bairros de Itabira, onde foram encontrados índices elevados de locais com focos e larvas do mosquito. Ela lembrou que “é necessário mobilizar toda a comunidade para eliminar os focos do mosquito, principalmente em residências e lotes vagos”, além de denunciar aos órgãos públicos os locais onde há resíduos acumulados e indícios de acúmulo de água sem os devidos cuidados – o principal canal para isso é o telefone 3839-2600.

 

SAINDO DE ITABIRA

Notícia triste divulgada no final de outubro e início de novembro: está sendo desativada a Fazenda Experimental da Epamig em Itabira – a Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais estava atuando em Itabira há mais de uma década e vinha realizando importantes ações, contribuindo para o desenvolvimento das atividades rurais em Itabira e região e participando em vários projetos ligados à diversificação econômica do nosso município.

Nos últimos anos a equipe da Epamig em Itabira participava do Conselho Municipal de Desenvolvimento Econômico (Condecon) e do Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável (CMDRS) e realizava cursos e outras atividades de capacitação para a comunidade rural, como “Dia de Campo”, para tratar de temas específicos junto aos produtores rurais. Os técnicos da Epamig colaboravam ainda em outros eventos e projetos em Itabira, como AgroWIN, Semana do Produtor Rural e Programa AGIR.

Resumimos a seguir as atividades que a Epamig realizava até o primeiro semestre deste ano na Fazenda Experimental de Itabira, por meio de convênio com a Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento de Itabira e a APAFI – Associação dos Produtores da Agricultura Familiar de Itabira: produção de milho e sorgo; realização de eventos, demonstrações práticas, reuniões técnicas, cursos de capacitação e visitas técnicas; recuperação de pastagens; preservação de nascentes; construção e manutenção de cercas da Fazenda Experimental, com um total de 258 hectares; manutenção de viveiro/estufa para produção de mudas de hortaliças, com sistema automatizado de irrigação; criação de rebanho bovino, que chegou a 116 cabeças de gado (60 vacas e 56 animais jovens); elaboração e execução de projetos de pesquisa e extensão com a Unifei, Funcesi, UNA e SENAC; ações em parceria com a Vale, Acita, SAAE, AMEPI, Sindicato dos Produtores Rurais de Itabira, Emater, Associação dos Apicultores de Itabira e Região – AAPITAR, Instituto Espinhaço e outras organizações da comunidade, empresas e órgãos públicos.

* Nivaldo Ferreira dos Santos é Mestre em Administração Pública, Professor, Líder Comunitário e Servidor Público

comentários