Ação, educação e desafios ambientais

Nivaldo Ferreira dos Santos*

No dia 24 de novembro de 2019 lembramos o “Dia do Rio” com uma pequena Caminhada Ecológica realizada pelo Clube de Mães Santa Ruth. O evento foi importante para registrar a importância das nascentes, dos rios, dos mares, oceanos e todos os cursos d’água na vida de cada um de nós e também foi uma oportunidade para fazer uma visita às Nascentes do Tibúrcio, localizadas na área verde do loteamento “Pedras do Valle”, que fica entre os bairros Santa Ruth, Fênix, Ribeira de Cima e Bálsamos – além da Caminhada propriamente dita, foram realizados o plantio de mudas, um momento de reflexão/oração pela passagem do “Dia do Rio” e também o recolhimento de resíduos que estavam no local.

As coordenadoras do Clube de Mães Santa Ruth agradeceram a todos que participaram e/ou colaboraram para que a Caminhada Ecológica acontecesse, dando especial destaque para a equipe do Instituto Espinhaço, que doou 15 mudas de espécies nativas (goiabeiras e aroeiras), as quais foram acrescentadas a mudas de pitanga, abacate e taioba que foram preparadas pela Dona Geralda Figueiredo Soares e voluntárias do Clube de Mães, totalizando cerca de 30 mudas – foram registradas também a participação do Rotary Club Itabira, que foi representado por Marconi Coura Anastácio, além Romário Ferreira representando os jovens da Igreja de São Vicente de Paulo da Paróquia Nossa Senhora da Conceição Aparecida e outros colaboradores e colaboradoras do Clube de Mães Santa Ruth.

Infelizmente, também foram confirmados problemas e desafios ambientais que dificultam a preservação ambiental, em especial o lançamento de resíduos na natureza – na área verde do loteamento “Pedras do Valle”, próximo às Nascentes do Tibúrcio foram encontrados vários tipos de resíduos abandonados no local, inclusive um pneu, além de animais de grande porte soltos por pessoas das comunidades vizinhas e marcas de queimadas realizadas recentemente naquela área verde.

Ao final da Caminhada recolhemos parte dos resíduos, principalmente os que estavam mais próximos às nascentes e ao curso d’água, entre eles um pneu de carro de passeio – não demos conta de retirar todos os resíduos do local, porque ao sairmos de lá estávamos todos com as mãos cheias de sacolas de lixo recolhido dentro da área verde e ainda havia uma “montanha de lixo” antes do início da Pista de Caminhada construída no loteamento “Pedras do Vale”, na primeira rua, próximo à Avenida Vinte que liga o Bairro Santa Ruth com o Bairro Ribeira de cima. Pelo grande volume de lixo acumulado naquele ponto, acreditamos que deve ter sido “descarregada” ali com o uso de algum veículo – nessa “montanha de lixo” havia roupas, utensílios domésticos, lixo orgânico, calçados, bolsas, cosméticos, e outros objetos, até mesmo pedaços de móveis como uma porta de armário ou guarda-roupa, por exemplo, tudo misturado… um absurdo total!

Tiramos fotos dos resíduos encontrados e encaminhamos para pessoas das comunidades vizinhas, órgãos de imprensa e também para funcionários da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e da Itaurb, na esperança de que sejam tomadas as medidas cabíveis e também que essas cenas não se repitam.

Saímos de lá com a certeza de que é necessário retomar e intensificar as ações de Educação Ambiental, tanto por parte da Itaurb quanto de escolas, Secretaria de Meio Ambiente, Codema, entidades civis, empresas e todos que puderem agir.

Para concluir, transcrevo um comentário que recebi de uma pessoa que trabalha em um órgão de imprensa de Itabira, ao receber as fotos dos resíduos – leiam, reflitam e tomem as atitudes que julgarem mais corretas: “A falta de educação geral começa em casa, estende-se nas escolas e contamina a sociedade. O ser humano não deu conta, ainda, de que viver é um presente que deve ser aproveitado de forma inteligente e, no aprendizado que se faz, precisamos incluir ações que coadunam ou combinam com o dom de cada um. O Brasil precisa penalizar mais o irresponsável para que não cometa erros em todos os sentidos, no respeito aos idosos, deficientes, ao próximo, seja de qualquer idade, e à natureza.”.

 

PROJETOS E PARCERIAS

No dia 1º de dezembro de 2019 foi realizada a reunião ordinária mensal da Interassociação dos Amigos dos Bairros de Itabira com representantes das associações de moradores, conselhos municipais e outras entidades – a reunião foi encerrada com uma confraternização entre as lideranças comunitárias e os demais participantes. Destacaram-se os seguintes assuntos:

* A partir do dia 9 de dezembro a diretoria da Interassociação está em recesso e o atendimento realizado na sala 42 do Mercado Municipal “Caio Martins da Costa” retornará somente na segunda semana de janeiro – ficou definido ainda que em janeiro não haverá reunião ordinária da Interassociação, a próxima será em fevereiro de 2020;

* A Interassociação pretende manter as parcerias iniciadas neste ano e buscar novas parcerias para viabilizar as ações que a diretoria tem em mente para os próximos anos, incluindo a busca de apoio junto a empresas que atuam em Itabira e região e estejam dispostas a trabalhar em prol das entidades comunitárias e de projetos de interesse coletivo – entre essas novas parcerias inclui-se a empresa “Óticas Cobal”, cujo representante esteve presente à reunião e apresentou várias formas possíveis de parcerias com as Associações de Moradores, destacando que as entidades que quiserem realizar tais parcerias deverão fazer o contato primeiramente com a Interassociação, que ajudará a agendar e organizar as ações junto à empresa.

Até a próxima!

* Nivaldo Ferreira dos Santos é Mestre em Administração Pública, Professor, Líder Comunitário e Servidor Público

comentários