Confirmada Bia Bedran no Contos Locais

Foto: Dani Dornelas

Está confirmada a oficina de contação de histórias de Bia Bedran no Projeto Contos Locais. O Projeto, viabilizado pelo Ministério da Cidadania, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, é uma realização da MC Produção e, em sua terceira edição, contemplará as cidades de Ferros, Santa Maria de Itabira e São Domingos do Prata.

Com o tema “A arte de cantar e contar histórias” Bia Bedran realizará uma dinâmica com os educadores de Ferros no dia 10 de abril, no Centro Cultural Roberto Drummond, e no dia 11 de abril em São Domingos do Prata, na Fundação Monique Leclerq. Nascida Beatriz Martini Bedran, mas conhecida pelo nome artístico de Bia Bedran, é um ícone da arte de contar histórias de forma encantadora, aplicando conhecimentos educacionais. Bia é  compositora, cantora, atriz e educadora musical.

Dentro da fase de planejamento e alinhamento do Projeto, a produção dos Contos Locais visitou no último dia 13 de março mais uma cidade que vai receber o projeto, São Domingos do Prata. A equipe se reuniu com a Secretária Municipal de Educação, Maria do Perpétuo Socorro de Castro Freitas Pereira Lutfala; com as diretoras Rosemary Drumond, da Escola Municipal Durval Mendes, e Maria Bernardete Pereira Gomes Fraga, da Escola Estadual Coronel Francisco Rola. Professoras da rede municipal também participaram do encontro.

“Durante a visita, como nas demais cidades atendidas, foram apresentados o projeto, o cronograma e a metodologia de trabalho a profissionais ligados à educação, à cultura e às artes, bem como os resultados positivos para os indicadores de educação dos municípios”, declara Éderson Caldas produtor e proponente do Projeto.

Para a Secretária Municipal de Educação, Maria do Perpétuo “esse trabalho vai resgatar muitas histórias que são contadas por gerações e que só estão na memória das pessoas. Agora algumas dessas histórias ficarão registradas de fato”.

A produção dos Contos Locais também visitou a Fundação Monique Leclercq, que receberá a oficina de Bia Bedran, para capacitação de professores que vão orientar os alunos nas pesquisas de campo. Wilson Liberato, presidente do Conselho de Diretores da Fundação Monique Leclercq, diz que se sente feliz em receber a oficina de Bia Bedran, uma atividade que vai ao encontro com o trabalho desenvolvido na entidade, onde 251 crianças e adolescentes têm acesso a atividades esportivas, culturais e artísticas.

“Agradecemos à produção dos Contos Locais e à Bia Bedran pela oportunidade que nossos alunos terão de conhecer de perto uma escritora”, comenta o presidente, destacando ainda a importância de o município ter suas histórias perdidas resgatadas e compiladas em um livro que vai tornar esses contos acessíveis para todos os prateanos”.

A oficina com os educadores é mais uma das etapas do projeto. O escopo de trabalho proposto pelo Contos Locais consiste em produzir livros de contos com histórias de comunidades, a partir da pesquisa com moradores, realizada por adolescentes e professores dos municípios. Com isso, busca-se promover o resgate da memória oral, linguagem e história, incentivando a leitura, valorizando, recuperando e registrando os costumes, tradições e personagens locais. Patrocinado pela CENIBRA, o projeto tem como objetivo promover a cultura em municípios do interior do Estado como instrumento de melhoria dos indicadores de educação e cidadania.

comentários