Cruzeiro erra muito, perde para o América-MG e fica em situação delicada na semifinal

Dono da melhor campanha da primeira fase, o Cruzeiro ficou em situação muito delicada na semifinal do Campeonato Mineiro. Neste sábado, a equipe celeste visitou o América-MG, que terminou em 4º na fase anterior, e perdeu o clássico por 2 a 0 no Estádio Independência, pela partida de ida do confronto.

Agora, o clube comandado por Deivid precisará vencer por ao menos dois gols de diferença na volta, marcada para o próximo dia 24, no Mineirão, se quiser ir à final do Estadual. Já o “Coelho” joga por um empate ou pode perder por até um gol de diferença que ainda assim avança.

Em uma tarde de muitos erros dos cruzeirenses, que começaram o jogo melhor e várias chances de abrir o placar no primeiro tempo, o castigo veio aos 42 minutos da etapa inicial: após levantamento na área, Sueliton desviou de cabeça, Ariel Cabral falhou na cobertura e o zagueiro Adalberto apareceu de surpresa para encher o pé e fuzilar Fábio.

Festa da torcida americana no Independência, e muitas reclamações do arqueiro do Cruzeiro.

No segundo tempo, o duelo seguiu equilibrado, com os dois rivais criando boas chances, mas novamente o time azul não soube aproveitar. Deivid até tentou mudanças, colocando Élber, Allano e Pisano nas vagas de Cabral, Rafael Silva e De Arrascaeta, mas a equipe visitante seguiu sem conseguir concluir com precisão a gol.

Melhor para o América, que matou fechou a partida em um contra-ataque de cartilha. Após mais uma falha cruzeirense, Pablo arrancou, atravessou o campo todo e rolou para o centroavante Victor Rangel, em posição de impedimento, só completar para as redes de Fábio, levantando mais uma vez a torcida anfitriã.

Foi o fim da série de 11 jogos de invenciblidade dos celestes, que vinham de nove vitórias e dois empates antes do revés deste sábado no Independência.

A partida de volta será dia 24, às 16h (horário de Brasília).

Antes, porém, as duas equipes têm compromissos pela Copa do Brasil. O América-MG visita o Red Bull Brasil, na quarta-feira, às 19h30, em Campinas-SP. Já o Cruzeiro pega o Campinense, no mesmo dia, mas às 21h45, em Campina Grande-PB.

comentários