Esporte transforma vida nas comunidades

Transformar os jovens em verdadeiros e saudáveis cidadãos por meio do esporte. Essa é a missão da Ajudôu.Org que vai impactar a vida de mais 500 jovens em quatro cidades de Minas Gerais. Com o patrocínio da CENIBRA e apoio do Instituto CENIBRA, a ONG passa a atuar com o novo Projeto Cidade Olímpica em Ipaba (vôlei), Pingo D’água (futsal e basquete), Bela Vista de Minas (futsal e basquete) e Peçanha (judô). 

O projeto social é fomentado pela Lei Federal de Incentivo ao Esporte da Secretaria Especial do Esporte do Ministério da Cidadania, com apoio das Prefeituras Municipais e realização do Ajudôu.Org. As aulas são 100% gratuitas para todos os alunos beneficiados. Além das atividades, os alunos recebem uniformes, quimonos e bolas para a prática dos esportes. 

O Ajudôu e a CENIBRA estão juntos há 6 anos. É uma parceria sólida que tem transformado comunidades em um processo que começa nas crianças com potencial para impactar toda a família.  “Na luta pela inclusão, todo mundo ganha. Entrar numa comunidade e ver o sorriso dos pais e das crianças é o que nos move. O projeto social Cidade Olímpica vai contribuir para a saúde e a criação de vínculo dessas crianças nas áreas de atuação da Cenibra”, destaca Júlio César Lana Jaques, fundador e gestor de captação do Ajudôu.Org. 

Além da parceria entre o Governo Federal, a iniciativa privada e o terceiro setor, os municípios contemplados têm um papel fundamental neste processo. Os gestores municipais conhecem as necessidades locas e sabem como remediá-las. No entanto, muitas vezes faltam verba e mão de obra qualificada. 

Lulude, Secretária de Educação, Cultura e Esporte de Peçanha, encontrou no Cidade Olímpica a chance de oferecer aulas gratuitas de judô para as crianças da cidade. “Um projeto de judô como este, a prefeitura não conseguiria disponibilizar para a população. A iniciativa entre público, privado e terceiro setor faz a diferença. Estamos muito satisfeitos com o Projeto. O judô trabalha mente e corpo e precisamos de mentes pensantes. Agradeço à CENIBRA e ao Ajudôu por contribuir com a educação dos nossos jovens”, conta a secretária. 

Em Peçanha, umas das famílias beneficiadas é a da Fátima Conceição Santos, dona de casa. Seu filho, Kaiky Santos, 9 anos, é um dos 125 novos judocas na cidade de 17.545 habitantes. “Estou achando ótimo meu filho fazer judô. Logo que fiquei sabendo do projeto, eu fiz a inscrição dele. Essa aula é ótima para ele ter mais disciplina e ficar mais desinibido. Além disso, ele faz muitos amigos. Toda a comunidade ganha com isso”, conta Fátima. 

Os pequenos também compartilham da mesma opinião dos pais. Sarah Katherine, 12 anos, é goleira de futsal do Cidade Olímpica de Pingo D’Água e encontrou no projeto patrocinado pela CENIBRA a oportunidade de praticar um esporte orientada por um professor. “Antes, aqui na cidade, não havia projeto com os exercícios de futsal como o professor ensina. Eu sempre quis aprender e não tinha onde. Agora, eu tenho. Também gosto do uniforme, é muito bonito”, declara Sarah. 

Aulas inaugurais do Cidade Olímpica 

No dia 9, sábado, ocorreram as aulas inaugurais do Projeto Cidade Olímpica II em Pingo D’água e Ipaba. Na terça-feira, 13, foi a vez da comunidade de Peçanha receber a os quimonos e camisa. A aula inaugural de Bela vista de Minas está agendada para 21 de novembro. O jovem que quiser participar do projeto deve procurar as Secretaria Municipal de Educação e Esporte da sua cidade e se matricular. Caso não tenha vaga, o nome ficará na lista de espera. 

comentários