Itabira Cultural

*Por Mauro Andrade Moura

 

Foi com grata satisfação que apreciei a notícia a respeito do projeto de lei do nosso nobre vereador Paulo Soares ao propor ao governo local a criação do programa Itabira Cultural, apresentada no último dia 12 na reunião de comissões da Câmara Municipal de Itabira.

 

De acordo com a publicação de um portal de notícias da cidade, “a partir do próximo ano, a cidade poderá ser contemplada no calendário oficial de eventos do município, de um mês totalmente dedicada à celebração da cultura itabirana”. O evento denominado “Itabira Cultural” será comemorado nos finais de semana de janeiro. O projeto (indicação) é de autoria do vereador Paulo Soares (PSB), como já foi dito, apresentado na última reunião de comissões.

 

Ainda conforme a notícia, “a matéria, visa estimular os artistas itabiranos e justifica-se devido à necessidade de valorização da classe artística, representada em suas várias tendências: teatro, dança, literatura e outras formas consideradas “patrimônios vivos”.

 

Segundo a matéria, ela prevê a utilização de espaços de lazer, como a Concha Acústica, o coreto no bairro Campestre, o Centro de Tradições de Senhora do Carmo, além de praças e parques da cidade. Diz um trecho da proposta: …”Nesse sentido, a iniciativa não apenas pode suprir os anseios dos artistas de Itabira, mas poderá inspirar também a geração de empregos, no que se insere dentro desse setor, assim como o turismo cultural e também a diminuição da violência urbana. A programação será definida pelo Poder Público”.

 

Foto: Mauro Andrade Moura
Antiteatro/Concha Acústica – Foto: Mauro Andrade Moura 2009

A iniciativa tem tudo para conquistar o apelo popular, uma vez que é constato que esta proposta do vereador Paulo Soares vai ao encontro da proposta de um grupo de pessoas encabeçada pela agência de produção Birô Cultural, os quais apresentaram ao governo municipal a criação desta programação ora em epígrafe, no intuito de ocupar os espaços públicos da cidade em um mês de férias gerais.

 

Não custa ressaltar, que ocorre em Itabira em todos os janeiros, ano a ano, um contingente de pessoas que saem para as férias e os que ficam, normalmente, não tem muitas opções de entretenimento ou de apreciação de bens ou eventos culturais no município.

 

Fica, portanto a expectativa, em sendo aprovada esta proposta do ITABIRA CULTURAL, como um programa cultural do governo, fecha-se mais uma lacuna, em meio a tantas outras, para o constante desenvolvimento cultural em nossa terra.

* Produtor Cultural

comentários