Justiça decreta prisão de homem que agrediu delegada e vigia em clube

O Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) decretou ainda neste domingo (18) a prisão preventiva do homem de 34 anos que foi flagrado em vídeo agredindo sua mulher, uma delegada da Polícia Civil, e a vigia de um clube de Três Corações, no Sul de Minas Gerais. O crime aconteceu no último sábado (17) dentro do Clube dos Subtenentes e Sargentos do Exército da cidade, mais conhecido como “Clube Atalaia”.

O mandado foi expedido pelo juiz Rodrigo Heleno Chaves, plantonista de Cambuquira, na mesma região. O acusado, que foi preso em flagrante por lesão corporal grave, segue em uma unidade prisional da região, conforme a Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds).

A covarde agressão contra a segurança ganhou repercussão em todo o país. No vídeo, que viralizou no fim de semana, é possível ver o suspeito bastante agressivo, discutindo com a vigilante. “Ela é minha esposa e eu ‘tô’ com vergonha do que ela está fazendo”, diz o homem durante a briga.

Em determinado momento ele dá um soco no rosto da segurança, que cai no chão. Com a vítima já caída, ele puxa o cabelo dela e acerta um chute em seu rosto, antes de ser contido por outros frequentadores do clube. Assista:

Veja o vídeo:

Pelo Facebook, a vigilante postou o vídeo e desabafou: “Olá pessoal, acabei de chegar em casa como o vídeo está rolando não escondo de ninguém, apenas estava fazendo minha obrigação. Para muitos que vi que defenderam ele, só tenho a dizer se fosse você, sua filha, sua parente ele seria um coitadinho como muitos disseram? Fui vítima de um vagabundo que bateu na mulher dele, eu fui ajudar ela nem sequer tava ali pra me defender ou falar alguma coisa do tipo. Mas eu tenho minha consciência limpa que mesmo saindo na pior eu fiz o que era certo no momento! E vamos me ajudar a divulgar essa publicação e que a justiça seja feita e já foi que esse vagabundo já ta preso essas horas! Só queria agradecer a todos pelo carinho”, disse a vítima em sua página pessoal.

 

Fonte: OTempo

comentários