Missionária ganha aldeia das bruxas para Cristo na África

missionária Tamryn Klintworth, e sua equipe de evangelização durante uma campanha evangelística, ganharam a temida ‘aldeia das bruxas’ na África, para Cristo, após pregar a palavra de Deus em uma região dominada por bruxaria, no continente Africano.

Klintworth, explica porque o local é conhecido como ‘aldeia das bruxas’, dizendo que eles estavam a poucos quilômetros de onde iriam evangelizar, um lugar para o qual as bruxas problemáticas e suas famílias são exiladas. Uma zona crítica para pregar o evangelho, ressalta ela.

Desde o primeiro culto até o último, senti como se estivéssemos sacudindo as portas do inferno, exigindo as almas por quem Jesus se sacrificou, fossem libertdas. A oração para  os enfermos e pessoas que necessitavam de libertação produziu resultados espetaculares.

As manifestações demoníacas nas pessoas eram numerosas, e centenas de almas preciosas se libertavam a esquerda, a direita e à frente. Corpos se retorciam e demônios gritavam, incapazes de resistir ao nome de Jesus, conta ela.

A missionária relata, pessoas que há anos ou décadas que viviam presos ao tormento dos demônios, tiveram suas vidas transformadas pela liberdade perfeita em um único momento. Muletas foram levantadas para cima, e os testemunhos aconteciam um após outro. Houve grande alegria.

Um dos testemunhos que mais à tocou, foi da mãe do chefe de uma aldeia próxima, reverenciado e amado por todos. Desde 1985, ela sofria com uma dor severa que limitava suas atividades físicas. Durante a cruzada, três décadas de sofrimento chegaram ao fim.

“Depois da oração, quando a evangelista nos pediu para checar nossos corpos, percebi que Jesus havia me curado completamente”, a idosa compartilhou. “Eu me sinto tão bem, estou muito grata!”.

Ela ficou sabendo que filho da idosa, havia aceitado Jesus em 1978, durante uma cruzada do evangelista Reinhard Bonnke na comunidade com sua equipe da Cristo Para Todas as Nações (CfaN). Ele recebeu o Senhor de todo o coração e continua a servi-Lo hoje.

Talvez, se um dos ministérios tivesse falhado, Deus teria enviado outros para preencher o vazio. No entanto, esta é uma suposição perigosa. Nossa resposta à Sua vontade tem consequências, não só para nossas próprias vidas, mas para os outros. Considere a desobediência de Adão. Considere a obediência de Jesus, acrescentou.

Tamryn Klintworth é uma evangelista e fundadora do Ministério In His Name, na África do Sul, uma organização que venceu a África para Jesus através de cruzadas capacitando os crentes ao redor do mundo para serem usados ​​por Deus (inhisname.global).

comentários