Setores que atendem vítimas de violência sexual e doméstica participam de capacitação em Itabira

Nesta quarta-feira (25), das 8 às 17 horas, no auditório da Fundação Comunitária de Ensino Superior de Itabira (Funcesi), acontece o seminário de capacitação dos integrantes da Rede de Atenção e Cuidado às Vítimas de Violência Sexual e Doméstica de Itabira. Promovido pela Prefeitura, por meio das secretarias municipais de Saúde (SMS), Assistência Social (SMAS) e Educação (SME), e pela Comissão Municipal de Enfrentamento à Violência Sexual e Doméstica, o evento conta com a parceria das polícias Civil e Militar e do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG).

O objetivo do seminário é transformar atendimento em acolhimento, sensibilizando os profissionais a uma abordagem mais humanizada e encaminhamento das vítimas aos serviços disponíveis na rede de atenção e proteção. Para isso, ao longo de todo o dia, haverá palestras sobre o tema com especialistas.

“Este será um momento muito rico de qualificação. Teremos a presença de delegados de polícia, psicólogos, assistentes sociais e outros profissionais envolvidos neste trabalho. A programação é voltada para todos que atuam na rede de atenção e proteção às vítimas. São eles: profissionais dos centros de referência Especializado de Assistência Social (Creas), de Assistência Social (Cras), Centro de Atenção Especializada (Ceae), equipes dos Programas Saúde da Família (PSF), professores do programa Conexão Jovem e profissionais dos hospitais Nossa Senhora das Dores (HNSD) e Municipal Carlos Chagas (HMCC)”, explicou a presidente da Comissão de Enfrentamento à Violência, Margarida Lúcia de Paiva Guerra.

Ainda de acordo com ela, as pessoas que tiverem interesse de participar, devem entrar em contato pelo telefone 3839-2649. No entanto, Margarida Guerra ressalta que a disponibilidade de vagas para o público externo está condicionada à capacidade de lotação do auditório da Funcesi.

Confira a programação:

8h – Abertura com a secretária municipal de Saúde, Rosana Linhares

8h10 – Palestra: “O atendimento adequado como facilitador da prova do processo criminal”, com a juíza de direito, Cibele Mourão

8h50 – Palestra: “Corporeidade e identidade de gênero: reflexões sobre violência e luta por reconhecimento”, com o delegado de polícia, Diogo Luna

9h40 – Café

10h – Palestra: “O atendimento humanizado às vítimas de violência doméstica e sexual: um olhar médico-legal”, com o médico legista, Felipe Bedeschi

10h50 – Palestra: “Atendimento às vítimas de violência sexual: aspectos psicológicos e sociais”, com as psicólogas da SMS, Natércia Aguiar e Tatiana Gavazza

11h30 – Abertura para dúvidas

12h – Encerramento manhã

13h – Abertura com a secretária municipal de Assistência Social, Maria Marli Rosa

13h10 – Palestra: “Uma visão geral sobre a Lei Maria da Penha e as especificidades do atendimento à mulher em situação de violência”, com a delegada de polícia, Amanda Machado

14h – Palestra: “Desafios da rede de atenção à violência”, com a assistente social da SMS, Cláudia Assis, e a enfermeira da SMS, Vanessa Maimone 

14h40 – Apresentação da Rede de Atenção e Cuidados, com a presidente da Comissão Municipal de Enfrentamento à Violência Sexual e Doméstica de Itabira, Margarida Guerra)

15h20 – Lanche 

15h40 – Palestra: “As várias faces da violência contra a mulher e micromachismos”, com as psicólogas da SMS, Janaína Ávila e Késsia Guerra

16h20 – Abertura para dúvidas

17h – Encerramento

comentários