Adolescente é assassinado ao defender morador de rua que era maltratado em Minas

O garoto de 17 anos e um primo dele, de 19 anos, interferiram ao ver um homem maltratando um morador de rua e foram baleados pelo suspeito

Um adolescente de 17 anos foi assassinado após defender um morador de rua que foi maltratado pelo suspeito, neste domingo (27), em Montalvânia, no Norte de Minas Gerais. Um primo do adolescente, um jovem de 19 anos, também foi baleado e ficou gravemente ferido. Ele permanece internado.

De acordo com a Polícia Militar, testemunhas contaram que os primos estavam na praça Cristo Rei, no centro da cidade, quando começaram a discutir com o suspeito, de 24 anos, sobre ele estar tratando mal um morador de rua. O homem não gostou e sacou a arma atirando nos primos.

Felipe Pinheiro dos Santos foi atingido no peito e o primo dele baleado na barriga. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi chamado para o local e os dois foram socorridos para o Hospital Cristo Rei. Santo não resistiu e morreu ao dar entrada na unidade de saúde, já o primo dele precisou ser transferido para outro hospital da região em estado grave.

O suspeito do crime foi identificado. Ele é da cidade de Janaúba, também no Norte de Minas, e estava fazendo entregas na cidade. Dois homens que trabalhavam com ele disseram que não sabiam que o suspeito andava armado. Ele fugiu logo após o crime e até esta segunda-feira (28), ainda é procurado.

A Polícia Civil informou que já faz levantamentos sobre o suspeito e que a partir desta terça-feira (27) serão ouvidas testemunhas do caso. Um Inquérito já foi aberto para investigar o caso.

O TEMPO

comentários