Após denúncia, PM recolhe 340 barras de maconha e prende 4

Amigo de um dos suspeitos tentou subornar a Polícia Militar para que o comparsa não fosse preso; o homem ofereceu armas, e a PM simulou um acordo
Mais de 300 barras de maconha, além de outras drogas, foram apreendidas pela Polícia Militar (PM), em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte. Quatro homens foram presos.

Além das barras de maconha, militares também apreenderam dinheiro, balanças de precisão e armas de fogo
Foto: Polícia Militar/Divulgação

Após uma denuncia de que os suspeitos estariam na região para venda de drogas, a polícia foi até a porta de uma oficina mecânica onde havia grande movimentação.

A paisana, os militares viram os envolvidos chegando em momentos distintos e em três carros: um Palio e duas picapes e, segundo o boletim de ocorrência, quando os militares viram um dos suspeitos repassando um saco de linhagem para o outro, foi feita a abordagem.

Inicialmente, os homens se negaram e ainda tentaram fugir por dentro do estabelecimento, mas depois se renderam.

Um conhecido de um dos suspeitos tentou subornar a Polícia Militar; duas das armas foram encontradas com um dos homens detidos
Foto: Polícia Militar/Divulgação

Dentro do saco de linhagem os militares encontraram porções de drogas, mais tarde, porém, foram localizadas 341 barras de maconha e duas barras de crack escondidas no painel e no fundo dos veículos.

Além dos quatro envolvidos, um homem de 27, outro de 33 e dois de 34 anos, a polícia também abordou os funcionários da oficina, mas constatou que eles não faziam parte do esquema criminoso.

A polícia continuou com as buscas e foi até a casa de um dos envolvidos, também em Contagem. No local não havia drogas, entretanto, foram localizadas duas armas de fogo, oito cartuchos com munição calibre 38, duas balanças de precisão, três celulares, além de R$629,00 em espécie.

Ainda de acordo com a polícia, um conhecido de um dos suspeitos tentou subornar os militares por telefone para que o comparsa não fosse preso. Em contrapartida, foram oferecidas armas. A polícia simulou o acordo e foi até o local indicado para pegar as armas.

Mais duas armas de fogo foram apreendidas e os nenhuma suspeito liberado. Todos foram encaminhados à Delegacia de Plantão de Contagem.

comentários