Bolsonaro cancela agenda após apresentar febre alta e sintomas de Covid-19

O presidente Jair Bolsonaro afirmou a apoiadores, no início da noite desta segunda-feira, que irá fazer um novo teste para a Covid-19. No entanto, logo em seguida, ele declarou que o fez “há pouco”. As afirmações foram feitas após a sua ida ao hospital para realizar um exame no pulmão que, segundo Bolsonaro, não detctou nenhuma alteração. O presidente usava máscara e avisou aos simpatizantes que não poderia se aproximar deles por “recomendação de todo mundo”.

Eu vim do hospital agora, que eu fiz uma chapa de pulmão, tá limpo o pulmão, tá certo? Vou fazer um exame de Covid agora a pouco, mas tá tudo bem… — afirmou Bolsonaro, na chegada ao Palácio da Alvorada, por volta das 18h30.

Segundo fontes, o presidente cancelou pelo menos três agendas oficiais que teria ao longo desta semana. A primeira, que seria a reunião do conselho ministerial, prevista para terça-feira, está suspensa. Bolsonaro também cancelou um café da manhã com a bancada de parlamentares de Goiás que estava agendado para quarta-feira e também uma viagem à Bahia, programada anteriormente para sexta-feira.

No fim da tarde, ele não participou de uma cerimônia no Salão Nobre do Palácio do Planalto, que contou com a presença da primeira-dama Michelle Bolsonaro e de vários ministros. O presidente deixou o local durante a solenidade, por volta das 17h40. Até o momento, a Presidência não informou para onde ele foi antes de chegar ao Alvorada.

Internada desde a última quarta-feira, a avó da primeira-dama, Michelle Bolsonaro, foi entubada no domingo (05), de acordo com informações do G1.  Maria Aparecida Firmo Ferreira, de 80 anos, está internada no Hospital Regional de Santa Maria.

comentários