Com participação do prefeito, HNSD inaugura subestação de energia

“Subestação de energia vai garantir implantação de radioterapia no HNSD”, afirma provedor Vaquimar Vaz

Com a nova subestação de energia do Hospital Nossa Senhora das Dores (HNSD), inaugurada na manhã de terça-feira (4), a instituição poderá realizar uma a expansão na oferta de seus serviços médicos. Dentre elas, a implantação da radioterapia, que depende de equipamentos eletrônicos de alta complexidade para funcionar, além de ampliações na hemodiálise, centro de diagnósticos por imagens e outros setores.

A implantação da nova subestação foi comemorada pelo provedor da instituição, Vaquimar José Vaz, que destacou o esforço de sua equipe para viabilizar recursos na ordem de R$ 1.600.000,00, o que possibilitou as obras e a renovação dos equipamentos que garantirá mais capacidade energética ao hospital. 

“Com o projeto de ampliação da oncologia, a nova hemodiálise e a radioterapia — para esta última aguardamos somente o Ministério da Saúde liberar os projetos de implantação—, o hospital poderia ter dificuldades por falta de qualidade de energia. Então, tivemos a sorte de contar com a parceria de um engenheiro que fez um trabalho voluntário para renovar toda a nossa parte elétrica, que entregamos com a inauguração dessa subestação”, reconheceu o provedor.

Homenagem- O local recebeu o nome de “Subestação Walter Pontes” em homenagem ao membro da Irmandade Nossa Senhora das Dores (INSD) pela contribuição no desenvolvimento do projeto. 

A inauguração contou com a presença do prefeito Ronaldo Lage Magalhães (PTB), da secretária municipal de Saúde, Rosana Linhares, e do o bispo da Diocese Itabira Coronel Fabriciano e presidente da I INSD, Dom Marco Aurélio Gubiotti, que também proferiu uma benção sob o local recém-inaugurado.

O projeto da nova subestação foi doado pelo engenheiro Renato Cerceau, o que gerou, inclusive, uma economia nos gastos da implantação e contou com o empenho da gerente operacional Nêmora Brigida Ciranda e com a contribuição do secretário Municipal de Obras, Ronaldo Lott.

Com a subestação, o HNSD aumentou a sua capacidade de 420 kilowatts (Kw), para 460 kw, com a expectativa de alcançar até 1.200 kw nos próximos anos.

Com os novos equipamentos e o aumento da capacidade de geração de energia, o hospital poderá, em breve, abranger 100% da capacidade de sua estrutura hospitalar com os dois geradores caso haja uma falta de abastecimento ou um pico de energia.

comentários