Enteado amarra padrasto em pneus e tenta colocar fogo na vítima

Testemunhas impediram que o homicídio fosse concretizado e o suspeito ainda voltou a casa do padrasto no dia seguinte e colocou acetona e fogo no corpo da vítima

Um jovem de 18 anos tentou assassinar por duas vezes o padastro dele, de 40 anos, em Dom Silvério, na Zona da Mata de Minas Gerais, durante o feriado prolongado. Na primeira vez o suspeito espancou, amarrou o padrasto em pneus e tentou colocar fogo nele. O crime só não foi concretizado porque testemunhas impediram o incêndio.

Essa primeira ocorrência foi no domingo (6). Já no dia seguinte, na segunda-feira (7), o suspeito voltou a casa da vítima e jogou acetona no corpo dele e depois ateou fogo, enquanto o homem dormia. A Polícia Militar foi acionada para o local.

O suspeito confessou aos policiais que tentou matar o padrasto por ter desavenças com ele. A vítima foi socorrida para o hospital e não apresentava risco de morrer. O enteado foi preso em flagrante e encaminhado à Delegacia de Plantão de João Monlevade, que vai investigar o caso.

 

O TEMPO

comentários