HNSD inaugura novos leitos de UTI

O Hospital Nossa Senhora das Dores (HNSD) inaugurou na manhã de terça-feira, 4 de agosto, cinco novos leitos da unidade de tratamento intensivo (UTI), que neste momento representam um grande reforço no combate a COVID-19 em Itabira e região.

A expectativa é que nos próximos dias outros 10 leitos sejam inaugurados — totalizando 15 novas unidades. Com isso, o hospital chegará a 35 leitos em sua estrutura.

O investimento para a aquisição dos equipamentos e a montagem das unidades contou com o apoio da Prefeitura Municipal de Itabira. O prefeito Ronaldo Lage Magalhães (PTB) acompanhou o provedor do HNSD, Vaquimar José Vaz, na visita às novas alas da UTI e destacou a importância do investimento.

Segundo o prefeito, há uma vantagem em investir na estrutura hospitalar de forma definitiva ao invés de construir um hospital de campanha para o combate ao novo coronavírus, como estava previsto no início da pandemia em março deste ano.

“Tivemos um controle, um bom senso e paciência em março quando houve a proposta de montar o hospital de campanha. Do início da pandemia até hoje, gastaríamos cerca de R$ 20 milhões com aluguel de equipamentos, pessoal. Então fomos controlando, fechando o comércio e abrindo na hora certa. Hoje podemos investir nos hospitais da cidade com recursos do município e preparar a nossa rede de atendimento para o futuro”, afirmou Ronaldo Magalhães.

O provedor do HNSD também destacou a importância da nova estrutura para o município. Segundo ele, as novas alas trarão mais “tranquilidade à população” e garantirá estrutura mais eficiente.

“Nós atendemos uma população regional de quase 500 mil habitantes, quando veio a possibilidade de ampliarmos o número de leitos, tivemos várias conversas e batemos o martelo por essa ampliação. Como foi um pedido do município, o HNSD abraçou a causa de enfrentar a pandemia, ajudando a salvar vidas e implantar os novos leitos, contratando profissionais e dando a sua parcela de contribuição nesse enfrentamento à doença”, disse Vaquimar Vaz.

comentários