O volante Henrique, jogador do Cruzeiro, cai com seu veículo em um penhasco de 200 metros de altura

Carro do jogador caiu em um penhasco na estrada para o distrito de Casa Branca, em Nova Lima; ele foi resgatado consciente e sem fraturas

Três equipes do Corpo de Bombeiros foram empenhadas na noite dessa sexta-feira (26) para socorrer o jogador Henrique, volante do Cruzeiro, que sofreu um acidente de carro na estrada para o distrito de Casa Branca, entre Nova Lima e Brumadinho, na região metropolitana de Belo Horizonte. Segundo os militares, o carro de Henrique, um Land Rover, caiu em um penhasco nas proximidades do mirante do Jatobá. Apesar da gravidade do acidente, ele estava consciente no momento do resgate e não sofreu fraturas, apenas escoriações.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, a operação para socorrer Henrique Pacheco de Lima, 35, foi extremamente complexa, uma vez que o penhasco era de difícil acesso. Militares precisaram montar uma descida guiada semelhante a um rapel para retirar o jogador. Imagens registradas no momento do socorro mostram a seriedade da operação para retirá-lo do penhasco.

Após o resgate, bombeiros o levaram até o Hospital Mater Dei da avenida do Contorno, em Belo Horizonte. O jogador foi submetido a avaliações e exames médicos apenas por precaução. O médico do Cruzeiro acompanhou o atendimento.

comentários