Pesquisa mostra Kalil liderando com folga na busca pela reeleição em BH

De acordo com o instituto Paraná, prefeito venceria a eleição no primeiro turno se a disputa fosse hoje; João Vítor Xavier e Áurea Carolina aparecem na sequência

Alexandre Kalil, prefeito de Belo Horizonte
Foto: Ramon Bitencourt

O prefeito Alexandre Kalil (PSD) lidera a disputa pela Prefeitura de Belo Horizonte com ampla vantagem sobre o segundo colocado e, se a eleição fosse hoje, venceria no primeiro turno. A conclusão é de uma pesquisa realizada pelo instituto Paraná e contratada pelo grupo Bandeirantes.

De acordo com os números divulgados nesta terça-feira pela BandNews, o prefeito Alexandre Kalil (PSD) lidera com folga tanto na pesquisa espontânea – quando o nome dos candidatos não é apresentado – quanto nos dois cenários da pesquisa estimulada.

Em um primeiro cenário, com 14 candidatos colocados, Kalil aparece com 55,9% dos votos. O deputado estadual João Vítor Xavier (Cidadania) aparece na sequência, com 6,5%, seguido pela deputada federal Áurea Carolina (PSOL), que registra 4,1%. Já o candidato do Partido Novo, Rodrigo Paiva, foi apontado por 3% dos eleitores. Depois, Bruno Engler (PRTB) e Professor Wendel (Solidariedade) aparecem numericamente empatados, com 2,1%. O petista Nilmário Miranda registra 2%, e o deputado federal André Janones (Avante) pontuou com 1,2%.

Na sequência, aparecem: Luísa Barreto (PSDB), com 0,7%; o deputado federal Laffayette Andrada (Republicanos), 0,5%; o empresário Fabiano Cazeca (PROS), 0,4%; Júlio Delgado (PSB), 0,1%; Marcelo Souza (Patriota), 0,1% e Wadson Ribeiro (PCdoB), 0,1%. Nesse cenário, 7,1% não souberam responder, e 14,1% não votariam em nenhum dos candidatos.

Em um segundo cenário, foram apresentados os nomes de nove candidatos. Nesse levantamento, Alexandre Kalil registra 56,5%. João Vítor Xavier soma 6,5%, enquanto Áurea Carolina é citada por 4,4%. Rodrigo Paiva tem 3,7%, Professor Wendel soma 2,2%, Bruno Engler tem 2,1%, e Nilmário registra 2%. Luisa Barreto, com 0,7%, e Marcelo de Souza, com 0,1%, completam o cenário. Outros 14,9% dizem que não votariam em nenhum dos nove candidatos, e 6,8% não responderam.

Na pesquisa espontânea, Alexandre Kalil aparece com 26,7%, contra 1,5% de Áurea Carolina e 0,6% de João Vítor Xavier. André Janones, Bruno Engler, Nilmário Miranda e Rodrigo Paiva registraram 0,2% cada um. Os demais candidatos, somados, alcançaram 1%. Os que não souberam responder sem o nome dos postulantes foram 59,8%, enquanto 9,5% disseram que não votarão em ninguém.

A pesquisa ouviu 820 pessoas entre os dias 22 e 25 de julho. A margem de erro é de 3,5 pontos percentuais para mais ou para menos, e o nível de confiança é de 95%. A pesquisa foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG) sob o protocolo MG-03074/2020.

comentários