Pix já está sendo alvo de criminosos que aplicam golpes bancários; veja como se proteger

A nova forma de pagamentos oferecida pelo Banco Central, Pix, já está sendo alvo de golpes por bandidos pelo telefone e também pela internet.

Para o especialista em Tecnologia da Informação, professor Bruno Teixeira, velhos golpes como roubo de dados estão sendo feitos por criminosos.

“São velhos golpes que a gente já conhece, no qual o bandido se passa pela instituição financeira e convence o próprio usuário a entregar os seus dados. Outro golpe que é um pouco mais sofisticado, é o que a gente chama de fishing, no qual os bandidos pescam os dados dos usuários, utilizando principalmente páginas falsas que se parecem muito com as páginas de internet dos bancos. Neste caso, o usuário clica nesse link e preenche todos os dados dele”, explica.

Proteção

Para não cair em golpes, o especialista alerta para que nunca seja repassadas informações pessoais.

“Normalmente quando você faz um cadastro você recebe um código por SMS ou por e-mail. É muito importante não repassar esses códigos de jeito nenhum. Além disso, é importante se certificar que você está realmente na página do banco na internet”, afirma.

Itatiaia

comentários