Prefeitura de Itabira assina protocolo para implantação de curso de Medicina

O prefeito Ronaldo Magalhães se reuniu na tarde desta terça-feira (30) com representantes da Unifei, do Ministério da Educação (MEC) e da Vale, por meio de uma videoconferência. A reunião teve como objetivo a assinatura de protocolos de intenções para implantar mais cinco cursos de graduação e o tão esperado curso de Medicina em Itabira. Na oportunidade, foram apresentados ao MEC os investimentos no campus do município, bem como seu desenvolvimento e expansão.

No documento, assinado por Ronaldo Magalhães e pelo reitor Dagoberto Alves de Almeida, consta, entre outras especificações, a aquisição e instalação de equipamentos para a implantação de mais cinco cursos de graduação, no valor de R$ 12 milhões; compra e instalação dos equipamentos laboratoriais para o curso de Medicina, com investimento de mais R$ 10 milhões; além do uso do Hospital Municipal Carlos Chagas (HMCC) – gerido pelo poder público municipal – por professores e alunos, caso o curso seja autorizado pela entidade federal.

A iniciativa é uma das diversas ações para transformar a cidade em um polo de educação, tecnologia e inovação, bem como alternativa para a diversificação econômica e futuro sustentável, e faz parte do aporte de R$ 120 milhões da Vale para, entre outros investimentos em educação e tecnologia, a construção de novos prédios no campus, como parte do Parque Tecnológico da universidade federal. A parceria entre a Prefeitura, Vale e Unifei para o fortalecimento de práticas de educação, incentivo à pesquisa e empreendedorismo de base tecnológica, foi formalizada em outubro de 2019, durante a abertura do Fórum Itabira Sustentável.

“O curso de Medicina é um anseio antigo e nós permitirá dar saltos ainda maiores em educação, tecnologia e assistência clínica e hospitalar. É uma via importantíssima ao nosso projeto de diversificação econômica.”, explicou Ronaldo Magalhães.

comentários