Presidente Bolsonaro testa positivo para coronavírus pela terceira vez

O presidente estava confiante que o exame de hoje estaria negativo para que ele pudesse viajar nesta sexta-feira para o Piauí

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) realizou mais um teste de Covid-19 nessa terça-feira (21). Pela terceira vez, o resultado deu positivo para o novo coronavírus e o presidente terá que permanecer em isolamento.

Segundo informações apuradas pelo Plox em Brasília, Bolsonaro segue em boa evolução de saúde, sendo acompanhado pela equipe médica da Presidência da República.

Nos últimos dias, o presidente tem caminhado em frente ao Alvorada para ver de perto a “cerimônia” de descerramento da bandeira, que é feito pela guarda municipal, sempre por volta do horário de 18h.

O presidente disse ontem (21) aos apoiadores na frente do Palácio da Alvorada, que estava confiante que o exame de hoje estaria negativo para que ele pudesse viajar nesta sexta-feira para o Piauí.

Outros exames

Bolsonaro já tinha testado positivo outras duas vezes. Na última quarta-feira (15), o presidente disse em entrevista ao canal CNN, que seu novo exame para testar o Covid-19 deu resultado positivo.

Bolsonaro relatou que o exame foi feito durante a manhã de terça-feira (14), e que o resultado saiu no fim daquele dia, no período da noite. O presidente fez o exame RT-PCR, que utiliza um cotonete inserido no nariz para a coleta de material.

 

BolsonaroFoto: Imagem reprodução Youtube

Perguntado sobre apresentar sintomas, Bolsonaro disse que estava bem e não apresentava falta de ar e nem falta de paladar.

Sobre o  medicamento hidroxicloroquina, o presidente afirmou que, naquela ocasião, continuava fazendo uso do mesmo, além do azitromicina.

Confirmação de coronavírus

No dia 6 deste mês, após apresentar sintomas e realizar o teste para a detecção do contágio pelo novo coronavírus, o presidente Jair Messias Bolsonaro, testou positivo para coronavírus pela primeira vez. A informação foi confirmada pelo próprio Bolsonaro.

Conforme apurado pelo PLOX em Brasília-DF, o presidente tinha passado mal enquanto trabalhava no Palácio do Planalto.

Naquela ocasião, Bolsonaro apresentou febre alta e falta de ar, quando foi atendido pela ambulância do Palácio do Planalto. De acordo com o próprio presidente, após sentir febre e sintomas de gripe, foi recomendado que ele realizasse exames em seu pulmão, o quais, de acordo com ele, não detectaram nenhuma irregularidade à época

comentários