Ronaldo Magalhães visita obras e entrega centro de informações turísticas à comunidade da Serra dos Alves

Prefeitura concluiu a pavimentação da localidade, o Centro de Atendimento ao Turista (CAT) e deu início à etapa final das obras de construção da Estação de Tratamento de Água (ETA)

A bela Serra dos Alves, em Senhora do Carmo, importante região turística de Itabira, recebeu nesta tarde de sábado (1º) a visita do prefeito Ronaldo Magalhães, que conferiu o calçamento da localidade e as obras de construção da nova Estação de Tratamento de Água (ETA). O prefeito inaugurou ainda o Centro de Atendimento ao Turista (CAT).

A pavimentação do local foi iniciada em dezembro do ano passado, quando o Governo Municipal lançou o programa de melhoria das estradas rurais. Por integrar o patrimônio histórico municipal, a Prefeitura apresentou o projeto de calçamento da vila ao Conselho Consultivo Municipal de Patrimônio Histórico e Artístico de Itabira (Comphai) e as intervenções foram aprovadas na 39ª reunião extraordinária.

“O objetivo foi oferecer mais conforto para os moradores, que conviviam com poeira e barro cotidianamente. Com essa pavimentação ambientalmente correta e arquitetonicamente compatível, além do conforto para moradores e visitantes, o benefício incrementa o turismo na região”, avaliou Ronaldo Lott Pires, secretário municipal de Obras, Transportes e Trânsito.

Além dos trabalhos na vila, foram pavimentados os morros José Jovito, Boa Vista, Piteira, do Bebé e toda a comunidade dos Andrades. A Prefeitura implantou ainda a iluminação pública em LED, seguindo o padrão do perímetro urbano. “Para se chegar à vila pavimentamos três morros, atendendo a outras comunidades também. No complexo Serra do Alves, foram investidos cerca de R$ 1,5 milhão”, completou o secretário.

Para o prefeito Ronaldo Magalhães, as obras de melhoria em diversas estradas rurais contribuem com a economia local, além de garantirem mais segurança para a população. “Nossa preocupação em melhorar as estradas é importante para muitas coisas. Estamos asfaltando, aproximadamente, 30 morros para dar condição ao tráfego de veículos, principalmente para o turismo, produtores locais e transporte escolar, que em época de chuva ficam comprometidos. A Serra dos Alves é um cantinho especial de Itabira, por isso melhoramos o acesso e calçamos a vila para dar mais conforto aos moradores”.

Já a instalação de um CAT na Serra dos Alves, além de dar suporte à grande quantidade de turistas que procuram a região, trouxe a proposta de planejar com a comunidade o seu funcionamento. Por meio do projeto Comunidade Protagonista, 30 pessoas divididas em grupos estão trabalhando online – por causa da pandemia do novo coronavírus (covid-19) – em parceria com representantes do Parque Nacional da Serra do Cipó e técnicos da empresa Plano A Engenharia Turística.

Com isso, segundo José Don Carlos Alves Santos, secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Inovação e Turismo, além de informar os visitantes, o CAT será uma ferramenta para fomentar a preservação ambiental da região e promover a cultura e o modo de vida da população local.

“O CAT é o primeiro contato do turista com o local e queremos que a comunidade abrace este espaço. O trabalho seguirá com a construção coletiva da marca do destino e do mapa turístico, seguindo com a sinalização das principais trilhas e criação de uma trilha interpretativa, bem como a elaboração de um roteiro criativo. É um projeto inovador que está sendo visto com bons olhos pela comunidade”, explicou Don Carlos.

De acordo com o prefeito, todo o trabalho realizado na zona rural é um investimento para desenvolver a economia. “Com essas estruturas que estamos fazendo, vamos realmente incrementar o turismo na região. Criamos o CAT para nos dar condições de ampliar as informações desta região e o turismo continuar crescente”, ressaltou Ronaldo Magalhães.

Água

As obras de construção da ETA Serra dos Alves estão em fase final. De acordo com Leonardo Ferreira Lopes, diretor-presidente do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) de Itabira, a nova estrutura fornecerá 10 litros de água por segundo (l/s), “suficientes para atender de forma adequada cerca de três mil habitantes, bem como ofertar melhores condições para a indústria do turismo, gerando renda”, avaliou.

O empreendimento, segundo Ronaldo Magalhães, é questão de saúde pública. “Dentro do contexto geral de saúde, a água tratada é fundamental. No nosso primeiro governo colocamos água clorada e agora temos condições de entregar uma ETA e água 100% tratada. Diretamente isso melhora a saúde pública e desenvolve ainda mais o turismo”, finalizou o prefeito.

comentários