Técnico Enderson Moreira é demitido do Cruzeiro

Treinador não resistiu à sequência de seis jogos sem vitória e ao mau desempenho da Raposa em campo durante a Série B

Enderson Moreira não é mais técnico do Cruzeiro. O clube, através de suas redes sociais, comunicou a saída do treinador, que não resistiu à sequência de seis jogos sem vitórias e ao mau desempenho do time em campo no Campeonato Brasileiro da Série B.

O anúncio por parte do clube só foi feito após reunião nesta terça-feira (8), na sede administrativa. O comandante já tinha entrado na ‘forca’, quando a Raposa perdeu o clássico para o América por 2 a 1, sendo criticado publicamente por Pedro Lourenço, responsável pelo patrocínio máster do Cruzeiro, em entrevista à Super 91,7 FM. Apesar disso, ele permaneceu no time na derrota para o Brasil de Pelotas por 1 a 0 e, posteriormente, no empate em 1 a 1 com o CRB.

Enderson Moreira deixa o comando do Cruzeiro após 12 jogos, com seis vitórias, três derrotas e três empates. O comandante registrou logo em seu início no clube seis vitórias seguidas entre Campeonato Mineiro, Troféu Inconfidência e Brasileiro da Série B.

O treinador deixou o Ceará com 72% de aproveitamento para assumir o Cruzeiro. Foram praticamente cinco meses de trabalho, contando com o período de treinamento após a liberação das autoridades de saúde durante a pandemia. No total, o técnico recebeu 11 reforços, contando com as voltas de Henrique e Manoel, além das chegadas dos laterais Daniel Guedes, Giovanni, Raúl Cáceres e Rafael Reis, os meias Régis e Claudinho, além dos atacantes Guilherme, Airton e Arthur Caíke.

Apesar dos variados nomes, o treinador nunca conseguiu encaixar um time titular, sempre buscando alternativas para ajustar o time. Variações que não se mostraram efetivas.

O Tempo/SuperFc

comentários